O lado negativo de ter o próprio negócio

O primeiro passo para começar qualquer negócio, é ter a mentalidade certa para prosperar nesse mundo. É ter as programações (crenças/convicções/pensamentos) que te dê força e poder para atingirem o sucesso.

Se realmente deseja ter sucesso né, muitos não alcançam o que queriam porque não queriam tanto assim. Não queriam tanto quanto gostariam de estar dormindo, não queriam tanto quanto gostariam de estar jogando vídeo-game. Mas isso é totalmente normal.

Se você está escolhendo o sofá, ao invés do auto-crescimento, não tem problema! Se você prefere se manter na zona de conforto, tudo bem também. Só não se julgue ou se condene se algum dia perceber que “perdeu” tempo não fazendo nada. A auto-condenação é muito pior do que a zona de conforto.Ao invés de se condenar e ficar triste por isso, fique feliz por poder ter ficado na zona de conforto e aproveitado a vida daquela forma. Agradeça por ser agraciado em poder gastar o seu tempo se divertindo e NUNCA se condene. Bora para o que interessa:

O lado negativo de ter o próprio negócio e porque você deveria pensar duas vezes em não ter um:

Falhas, erros e reformular a rota (flexibilidade) são fatores essenciais pra qualquer pessoa que realmente quer ter sucesso no mundo dos negócios.Assim como você aprendeu a andar caindo, você levará alguns tombos se quiser ser um empreendedor de resultados (ou um mago do marketing) em sua empresa ou negócio. Fique atento a três pilares que devem moldar o seu mindset a partir de hoje.

Elas devem fazer parte de todo o seu caminho com sua empresa/negócio a partir de agora:1) As pessoas não fracassam, elas desistem. Quantos casos você já viu e ouviu sobre pessoas que já receberam vários “não’s”, persistiram em seus objetivos e agora são reconhecidos pelo sucesso que possuem? Will Smith, Oprah Winfrey, Michael Jordan, Arnold Schwarzenegger, … a lista é grande! E você acha que essas pessoas tiveram o grande sucesso porque? Não precisa responder! Eu já te dou a resposta mastigada:

  • Porque eles não aceitaram “não” e críticas como resposta.
  • Elas acreditaram realmente que o resultado que gostariam, iria acontecer.
  • Elas tomaram as rédeas da própria vida e sabiam (sabem) que nada além delas é responsável pelos resultados na própria vida.

Baseado nisso, deixa eu te fazer algumas perguntas bem rápidas… Me responda com “sim” ou “não”:

  • Será que você tem CORAGEM, AUTOCONFIANÇA e FORÇA para ter um negócio e fazer ele prosperar?
  • Será que você aguenta o tranco e responsabilidade de ter um negócio?
  • Será que você consegue entrar nesse mundo e gostar de ganhar dinheiro?
  • Será que você gosta de ganhar dinheiro?
  • Será que você gosta de ajudar os outros?

Se respondeu “não” a alguma dessas perguntas, repense se ter um negócio é realmente o que você quer.Na verdade, eu não gosto muito desse conceito de “eu tenho um negócio” e “eu não tenho um negócio”. Nós já somos a nossa própria empresa! Nós já somos o nosso próprio negócio!

Assim como qualquer negócio, nós temos metas (se você não tem, tá esperando o que pra começar a escrever as suas?), nós temos missão, valores e visão. A nossa marca é o nosso nome; o nosso branding é a percepção das outras pessoas sobre você, é sua personalidade num ambiente social, a roupa e a forma que se comporta; nós só podemos viver bem de verdade, felizes e prósperos, se as pessoas ao nosso redor tiverem felizes também.

Se você prefere vender seu tempo por 8h e receber ordens de alguém, fazendo algum serviço que não te traz satisfação, para enriquecer outras pessoas, na minha opinião — Thauã falando aqui — , você não está preparado pra ter seu próprio negócio. Você não está pronto para ter um comportamento águia. Você não está pronto pra ser seu próprio chefe. Desculpe, posso estar te ofendendo, mas é a forma que eu vejo o mundo: se você quer realmente alguma coisa, tem paixão por essa coisa, entre de cabeça nessa coisa, porque se você entrar de cabeça, essa coisa vai dar certo.

É inevitável! É assim que funciona a realidade. O observador escolhe o comportamento do elétron, ele escolhe qual realidade ele quer observar — se eduque: colapso da função de onda, experimento da dupla fenda. Você cria a sua própria realidade! É inevitável e literal. Tudo é onda. E se não acredita nisso, jogue o seu celular fora, porque ele está neste momento interpretando ondas e transmitindo informações para o seu celular — WiFi por exemplo. Você consegue ver as ondas do WiFi ao seu redor? Não, né?! Mas elas ainda estão aí. Você ainda está usando essas ondas. Assista a esse vídeo sobre o experimento da dupla fenda para entender melhor o que eu tô falando:

 

 

Se você precisa trabalhar 8 horas por dia, por questões de sobrevivência, mas quer ter seu próprio negócio, o que você está fazendo em seu tempo livre? Por que não está aproveitando o seu tempo livre pra fazer o que você gosta de fazer e que vai te trazer prosperidade e evolução?A melhor hora pra começar é agora! 1% melhor a cada dia!

Não existem fracassos, apenas feedbacks.

Tudo que acontecer, todos os resultados que você obter em sua caminhada como empreendedor que você julgar como “negativos”, vão ser apenas feedbacks (curva de retorno) de suas ações.Esses dois pilares não são apenas “frases de efeitos” que geralmente eu escuto um ou outro dizendo por aí. Falar isso dá uma interpretação pejorativa a eles, tira o poder que eles tem…

Na verdade, esses pilares são realmente a semente que vão permitir você ter sucesso no mundo dos negócios ou não, plante e adube elas agora em sua mente, e depois me conte o que colheu. Mais cedo ou mais tarde você colherá os frutos. O tempo para a colheita varia muito de negócio pra negócio. E para saber qual é o fruto certo que você irá colher, reflita sobre isso:

  1. Qual é o fruto que você gostaria colher? Qual é a sua visão de futuro? O que você quer ter, ser e fazer, que se conseguisse, falaria “eu sou feliz”?
  2. Em que ambiente você sabe que será melhor para o crescimento do seu mindset? Quais são as pessoas que você precisa manter por perto? (atenção: você é a média das 5 pessoas que mais convive)

Cada frase que eu expliquei — que a partir de agora você deve incorporar em sua vida — é um pilar poderoso que vai te segurar em meio aos obstáculos que você poderá vivenciar na caminhada do sucesso do próprio negócio.

Esses dois pré-requisitos para ter sucesso nos negócios vão servir de âncora pra você. O caminho para o sucesso é lindo e você irá cair de vez em quando até aprender a andar, e depois correr. Assim que aprender a correr, vou te ensinar a correr cada vez mais rápido para você se diferenciar das pessoas normais e te transformarei num corredor profissional.Além dos dois programas, tem mais um programa pra você colocar em seu cérebro que é importante você internalizar também:

Você não faz um negócio pra dar certo, você faz ATÉ dar certo.

Não precisa de explicações, ou precisa?!

Se você for um conformado e quer continuar em sua zona de conforto, tudo bem! Você também é importante para a evolução do mundo. Não se preocupe, alguém já possui planos para o seu tempo de vida e serão muito bem usados (se você der sorte).
Compartilhe com seus amigos se você curtiu esse artigo, ele pode ser a diferença na vida de uma pessoa. Não restrinja as informações que você tem, NUNCA! Alguma mente precisa dessas informações para ir para o próximo nível.